quarta-feira, 27 de abril de 2011

O que é a onicomicose?

Onicomicose é a infecção que acomete as unhas, causada por qualquer tipo de fungo. Pode ser adquirida de várias formas, como pelo contato com o solo, animais e outras pessoas, além de alicates e tesouras que estejam contaminados. Os fungos mais frequentemente implicados pertencem a um grupo chamado de dermatófitos, os quais se alimentam de queratina, a "matéria-prima" das unhas.

Fonte:Google

Qualquer unha pode ser acometida, porém as unhas do pé são mais frequentemente afetadas, devido principalmente ao uso constante de tênis e sapatos, propiciando um ambiente úmido, escuro e aquecido, que é favorável ao desenvolvimento dos fungos. Na maioria das vezes, apenas uma ou duas unhas estão doentes, sendo raro o acometimento de todas as unhas simultaneamente.

Fonte:Google

Normalmente, a primeira unha acometida é a do "dedão do pé". Inicia como uma mudança na cor da unha (amarelada, esbranquiçada ou amarronzada), na ponta, espalhando-se por toda a espessura da unha e depois em direção à cutícula. Com o passar do tempo, a ponta da unha se quebra ou é retirada pelo indivíduo, deixando a pele sob a unha exposta, local onde o fungo está realmente se multiplicando. O restante da unha pode deformar-se, permanecendo assim indefinidamente, se não tratada.
As principais alterações observadas são as seguintes:
  • Descolamento da ponta da unha: é a mais freqüente;
  • Espessamento: as unhas tornam-se endurecidas e grossas, podendo ser dolorosas.
  • Leuconíquia: manchas brancas na unha.
  • Destruição e deformidade: a unha fica frágil e quebradiça, deformando-se.
  • Paroníquia: nessa forma especial, o acometimento é na região do dedo ao redor da unha, que fica inflamada, avermelhada, inchada e dolorida.
A prevenção depende, basicamente, de cuidados de higiene pessoal:
  • Não andar descalço em ambientes constantemente úmidos (vestiários, saunas);
  • Levar animais de estimação ao veterinário caso sejam observadas alterações no pêlo, descamação;
  • Evitar trabalhar com terra sem uso de luvas e calçados;
  • Usar material de manicure próprio, ou esterilizado;
  • Evitar ao máximo o uso de calçados fechados, preferindo os mais largos e ventilados;
  • Preferir as meias de algodão, que absorvem melhor a umidade dos pés, trocando-as frequentemente;
  • Utilize desodorante para os pés, reduzindo assim a transpiração excessiva.

Fonte:http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=5084&ReturnCatID=476

Nenhum comentário:

Postar um comentário